Arquivos do Blog

Restos mortais de Dominguinhos chega a Garanhuns. Agreste News revista.


Monte horebe serviços

Homenagem está sendo realizada em frente ao cemitério São Miguel (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca)Homenagem está sendo realizada em frente ao
cemitério (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca)

O comboio que acompanha o traslado dos restos mortais do cantor e compositor Dominguinhos chegou a Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. O cortejo está seguindo para o cemitério São Miguel, onde o sanfoneiro será sepultado. Artistas, familiares e amigos do músico acompanham uma homenagem que está sendo realizada para o cantor em frente ao cemitério.

Este comboio já passou por Bezerros,Gravatá e Caruaru, também no Agreste. Admiradores do artista e alunos de escolas da região esperavam pelo traslado com faixas e aplaudiram a passagem do comboio. O cortejo deixou a Cidade Universitária, no Recife, com dois ônibus de turismo, além de carros de passeio, por volta das 9h.

Usando roupas especiais, técnicos do cemitério para colocam corpo no carro (Foto: Katherine Coutinho/G1)Usando roupas especiais, técnicos do cemitério para
colocam corpo no carro (Foto: Katherine Coutinho/G1)

Mais cedo, os restos mortais foram retirados do Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. O procedimento foi acompanhado por técnicos da Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa), pela filha de Dominguinhos, Liv Moraes, a ex-mulher, Guadalupe Mendonça, e alguns amigos da família.

Histórico
Dominguinhos faleceu aos 72 anos, no dia 23 de julho deste ano, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, em decorrência de complicações infecciosas e cardíacas. Ele lutava havia seis anos contra um câncer. Dois dias após o falecimento, ele foi sepultado em Paulista. O local do enterro tornou-se alvo de disputa judicial envolvendo Liv e Mauro Moraes, filhos do cantor.

A sentença que autorizou a transferência do corpo de Dominguinhos saiu no último dia 29 de agosto. A decisão do Tribunal de Justiça de Pernambucox atendeu a um pedido do filho do cantor, que insistia que o desejo do pai era ser enterrado na cidade onde começou a carreira.

A decisão de ser enterrado em Paulistax foi tomada por Guadalupe Mendonça, ex-mulher de Dominguinhos, e Liv Moraes, filha dela com o sanfoneiro. Já Mauro defendia que Dominguinhos deveria ser enterrado no Rio de Janeiro, junto com a família, mas mudou de ideia ao ouvir uma entrevista em uma rádio local, na qual o cantor manifestou a vontade de ser sepultado em Garanhuns.

No dia 10 de agosto, Guadalupe e Liv se reuniram com o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, para discutir a transferência do corpo. Em entrevista ao G1, o prefeito disse que expôs o plano de fazer um monumento para homenagear o cantor e a ideia de fazer um plebiscito para mudar o nome da Praça Guadalajara – onde são realizados os grandes eventos município, como o Festival de Inverno de Garanhuns – para Praça Mestre Dominguinhos.

Informação: Do G1 Caruaru.

%d blogueiros gostam disto: